PROJETO BELÉM EM MISSÃO

A nossa comunidade também está presente ao longo dessas formação, já participamos por vários retiros espirituais em nossa paróquia e Arquidiocese de Belém e com grande alegria e a força do Espírito Santo engajamos nesse projeto para que toda nossa Belém seja Evangelizada.




















































































































































































































































O Projeto Igreja Belém em Missão foi lançado, no dia 9, com objetivo de fazer com que a Palavra seja conhecida, amada e vivenciada por todos. Além de ser uma preparação para o XVII Congresso Eucarístico Nacional e a comemoração dos 400 anos da fundação da capital paraense, ambos em 2016.Em comunhão com a dimensão missionária continental apresentada na V Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano e do Caribe, em 2007, o projeto busca "confirmar, renovar e revitalizar a novidade do Evangelho arraigada em nossa história, a partir de um encontro pessoal e comunitário com Jesus Cristo, que desperte discípulos e missionários" (Documento de Aparecida).Para monsenhor Raimundo Possidônio, até 2015, a meta é "evangelizar a cidade de Belém e prepará-la para os 400 anos de evangelização de Belém". "Nós vamos fazer isso dando vários passos. Um trabalho capilar de evangelização, que nós chamamos também de porta-a-porta, rua-a-rua, pra levar e transmitir a Boa Nova do evangelho às pessoas e formar comunidades nas regiões onde não existe a presença da Igreja Católica, onde ela é rarefeita", explica.Dois encontros de formação já foram realizados na Arquidiocese de Belém, com cerca de 600 missionários, em agosto e novembro. O próximo será um retiro espiritual nos dias 19 e 20 de março e o objetivo é duplicar o número de enviados à missão. Segundo o sacerdote "cada grupo missionário tem que escolher uma área de atuação para o projeto, na paróquia ou na cidade de Belém. Neste momento eles estão nessas áreas para conhecer melhor, conhecer as pessoas. E, ao mesmo tempo, eles estão com outra tarefa que é envolver toda a paróquia, o pároco, conselho pastoral e as pastorais neste trabalho".Monsenhor Possidônio esclarece que o projeto Igreja Belém em Missão é realizável graças ao empenho e dedicação do laicato: "Sem o leigo não há trabalho pastoral, não há trabalho missionário, não há trabalho de Igreja. A função do pároco é ser o incentivador, o animador, que integra que articula, mas quem faz o trabalho missionário é o leigo. O leigo é de fundamental importância para que se faça, deste Belém em Missão, um projeto que realmente prepare a Arquidiocese para as celebrações jubilares de 2016". 

Data: 2011
Fonte: Voz de Nazaré.

Nenhum comentário: